Logo

Notícias

Home

Notícias

Como será o outono 2022 no Brasil? Confira a notícia!

Publicada por Thalyta Araújo em 16/03/2022
Tags:

Como será o Outono 2022 no Brasil? Confira a notícia!

O outono começou no dia 20 de março de 2022, às 12:33h, e se estende até às 6:14h do dia 21 de junho 2022, pelo horário de Brasília.

A chegada do outono traz consigo a diminuição da chuva no Sudeste e no Centro-Oeste. Ondas de frio chegam com mais intensidade e acentuadas na Região Sul, no entanto, ainda é uma época de bastante chuva especialmente nas áreas litorâneas da Região Nordeste e também no extremo norte do país. As passagens de ar frio de origem polar se tornam mais frequente no sul da Região Norte, atingindo o Acre, Rondônia e Amazonas (sul).

Outono com La Niña

O outono fugirá do padrão da estação, por causa do fenômeno La Niña, que continua ativo e se intensificou no Pacifico Equatorial Leste. As condições oceânicas no Atlântico Sul também terão influência no outono. Temperaturas acima do normal na costa leste do Nordeste contribuem para a formação de áreas de instabilidade que espalham chuva forte entre o litoral do Rio Grande do Norte e de Sergipe.

A temperatura pouco se difere, entre o Atlântico na costa Sudeste do país e a região entre a costa da Região Sul e do Uruguai irá influenciar o deslocamento das frentes frias. As frentes frias do outono tendem a ser mais oceânicas (pouco ar frio pelo interior do continente) do que continentais (mais ar frio pelo interior do continente).

Perspectiva geral sobre o Outono 2022

De forma geral, a chuva será menor que o esperado nos Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e áreas de Minas Gerais. Porém, no Centro-Norte, o outono de 2022 deve ser marcado por condições mais úmidas do que o normal, principalmente no começo da estação.

O outono desse ano se inicia com o avanço de uma frente fria com força o suficiente para alcançar o norte de Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia (sul). Colaborando com a circulação dos ventos sobre o Brasil, concentra uma umidade na parte central e norte da Região Sudeste, na porção norte da Região Centro-Oeste e também sobre o Tocantins e a Bahia, levando áreas de nebulosidade e chuva nos primeiros dias do outono.

No entanto, no centro-sul do país, o padrão de tempo seco e frio será predominante no início do outono. O ar frio de origem polar chega com moderada intensidade e causa queda de temperatura acentuada, comparado ao que temos observados nos últimos meses. Nas áreas litorânea de Santa Catarina, Paraná e São Paulo devem ter volumes elevados já no início da estação.

Devido ao Atlântico Sul mais aquecido do que o normal na costa leste do Nordeste, mais áreas de instabilidade irão se organizar na costa leste nordestina, contribuindo para ocorrência de pancadas de chuva em áreas do litoral, da zona da mata e agreste, entre o Rio Grande do Norte e Sergipe.

Alerta para chuva volumosa nas capitais Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju.

As condições de temperaturas mais altas do que o normal na costa norte do Nordeste, mantêm a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) mais próximas do país.

O fim de março e começo de abril será marcado por chuva frequente e muitas vezes volumosa na costa norte do Brasil, entre o Amapá e o Rio Grande do Norte. Estados como Roraima, Amazonas (norte), Pará (norte) e também áreas do Tocantins (norte), serão agraciadas pela chuva da ZCIT no primeiro mês e meio do outono.

O frio ganha força em maio

A expectativa é que em maio tenha a primeira entrada de onda de frio forte de outono, aguardada para segunda quinzena deste mês. Alguns resfriamentos leves podem acontecer nos estados do Sul até lá, mas não se espera no decorrer do mês de março e abril nenhum evento de frio extremo que possa realmente chamar atenção para geadas preocupantes.

As áreas serranas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, podem ter episódios de geada em abril, porém, se concentram nas áreas mais altas, acima de 1.000 metros de altitude.

O ar frio de origem polar chega com mais intensidade na segunda quinzena de maio em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e partes do Rio de Janeiro, fazendo a temperatura baixar para temperaturas próximas aos 10 °C.

No decorrer do mês de maio, a passagem de frentes frias pelo Sul do Brasil, Mato Grosso do Sul e São Paulo podem trazer chuva forte nessas regiões. Já as áreas de Minas Gerias (sul e Zona da Mata) e o estado do Rio de Janeiro, também podem sofrer com alguns temporais e frentes frias de maio.

Junho com excesso de umidade?

O mês de junho poderá surpreender com o excesso de umidade, se comparado aos padrões normais do mês. Normalmente este mês tende a ser mais seco no Sudeste, Centro-Oeste e Sul, com passagem de chuva nas frentes frias.

No entanto, para o mês de junho é esperado por uma configuração de ventos sobre o país que force uma persistência de ar úmido, acima do normal, por isso São Paulo, Mato Grosso do Sul (centro-norte), Mato Grosso (sul), Rio de Janeiro, Minas Gerais (sul) e de Goiás podem ter mais chuva e períodos com muita nebulosidade.

Vale ressaltar que as médias precipitações para junho são baixas em todas as áreas. Os acumulados então de 30 ou 40 mm, em uma semana, por exemplo, representa um volume de chuva acima da média nas regiões no interior do continente.

De forma resumida, o outono nas áreas do centro-sul do país será com pouca chuva e frio, mas sem extremos, se diferindo dos estados do Norte e Nordeste onde a expectativa é de chuva maior que o normal. Com informações da Climatempo. 


Confira as notícias:

Calor e temporais: mudanças no tempo no estado de SP; confira a previsão
Despedida do verão e chegada do outono, o que esperar para o mês de março?
Chuva forte no Rio de Janeiro, Petrópolis está em alerta novamente; veja a previsão


AO VIVO:

Veja mais de 240 câmeras em todo o Brasil


Veja mais:

Últimas cidades ativadas
Últimos meteoros registrados


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. 

Clique aqui e acesse nosso canal 


Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp ou Telegram?

Envie um oi nosso WhatsApp ou Telegram: (37) 99831-0169 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.


Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em mais de 180 cidades

 

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A