Logo

Notícias

Home

Notícias

Alerta para chuva volumosa no litoral do Rio de Janeiro e de São Paulo

Publicada por Thalyta Araújo em 01/04/2022
Tags:

Alerta para chuva volumosa no litoral do Rio de Janeiro e de São Paulo

Nas imagens seguintes (filmagem de animação do site widy.com) captadas pelo satélite GOES 16 mostra o rápido desenvolvimento de nuvens densas no litoral do Rio de Janeiro e no litoral de São Paulo, entre a noite de 31/03/22 e o início da madrugada de 01/04/22.

No caso do litoral paulista, este foi segundo episódio de chuva volumosa em um curto período com uma semana de diferença. Estas nuvens levaram a volumes de chuva extremos, que não são recorrentes.


 
                                Figura1: Satélite GOES - Formação de nuvens carregadas no RJ e SP - Fonte: Climatempo 

Estas nuvens estão relacionadas com a passagem de uma forte frente fria pelo litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, que ativou a circulação marítima. O vento mais intenso que soprou do mar para o continente contribuiu para uma injeção de uma dose grande de umidade nas áreas costeiras, porém fica represada pelo relevo, ocasionando a volumes expressivos de chuva por várias horas consecutivas.

Um bolsão de água quente na costa da Região Sudeste, com temperatura acima da média, leva a evaporação da água do mar disponibilizando mais umidade para formar e manter as nuvens de chuva. A chuva mais intensa se concentra próxima ao litoral da cidade do Rio de Janeiro.  

Confira os índices de chuvas (segundo dados do CEMADEN)

Entre 21h20 do dia 31 de março e 00h30 de 1 abril

- Rio de Janeiro/Usina: registrou 112,2 mm
- Niterói/Piratininga: registrou 110,4 mm

Entre 18h30 e 31 de março e 00h30 de 1 de abril

- Paraty/Mangueira: registrou 222,1 mm
- Angra dos Reis /Parque Pereque: registrou 146,8 mm em
- Ubatuba/Itamambuca: registrou 157,7 mm

Nestes locais o acumulado em 12 horas chegou a 301 mm, o que representa praticamente toda a chuva média para um março (321,2 mm) e supera a média de abril que é de 238 mm, segundo dados Instituto Nacional de Meteorologia.  

Chuva excessiva na cidade do Rio

As estações pluviométricas do Sistemas Alerta Rio registraram um acumulado extremo na região de Guaratiba.

Entre 1h do dia 30 de março e 1h do dia 1 de abril choveu 254,4 mm em 24 horas. Volume este que se aproximas aos índices entre 8 e 9 de abril de 2019 em Jacarepaguá, que vivenciou o catastrófico episódio de chuva, desde as medições do Sistema de Alerta Rio, em 1997.  Onde choveu 289,6 mm em Jacarepaguá, entre as 16h do dia 8 e 16h do dia 9 de abril de 2019.

E em Guaratiba entre o dia 31 de março e 1 de abril de 2022, superou a média histórica de chuva na cidade do Rio de Janeiro para o mês de março, fica em 138,4 mm, e a média para abril de 105,44 mm, segundo os dados de Sistema Alerta Rio.

Decorrente a chuva volumosa, a cidade segue em estado de atenção pelo Alerta Rio.



                 Figura 2: Volumes de chuva sobre a cidade do Rio de Janeiro entre 31/03 a 01/04 de 2022 - Fonte: Climatempo


Previsão para do tempo para os dois estados

A chuva ainda será persistente nesta sexta-feira (01) tanto no litoral norte de São Paulo como no litoral do Rio de Janeiro, que pode ser moderada, mas se intensificar em algumas horas. Contudo, a expectativa é que a chuva tende a diminuir e não seja tão volumosa como observada entre a quinta-feira (31) e sexta-feira, 1 de abril.

O sábado (02) ainda será com predomínio de céu nublado e chuva frequente, moderada na cidade do Rio, no litoral sul fluminense e no litoral norte de São Paulo.

Atenção para o aumento de chuva na região dos Lagos e no litoral norte do estado do Rio de Janeiro.

Para o domingo (03), espera-se pelo, o retorno  do sol e a previsão é de grande redução da frequência e intensidade da chuva. Com Informações da Climatempo. 

Últimos vídeos

Confira os últimos vídeos registrados pelas câmeras do Clima ao Vivo:

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo exclusivo

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo exclusivo:

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo exclusivo:


Confira as notícias:

Como será o outono 2022 no Brasil? Confira a notícia!
O calor ainda será intenso nas próximas semanas no país
Até o fim de 2100, incêndios florestais podem aumentar 50%


AO VIVO:

Veja mais de 240 câmeras em todo o Brasil


Veja mais:

Últimas cidades ativadas
Últimos meteoros registrados


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. 

Clique aqui e acesse nosso canal 


Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp ou Telegram?

Envie um oi nosso WhatsApp ou Telegram: (37) 99831-0169 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.


Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em mais de 180 cidades

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A