Logo

Notícias

Home

Notícias

Até o fim de 2100, incêndios florestais podem aumentar 50%, confira a notícia

Publicada por Samira Avelar em 26/02/2022
Tags:

Até mesmo o Ártico pode ser afetado por incêndios

Segundo a ONU, incêndios florestais podem sofrer um aumento de 50% até 2100! Os especilialista que desenvolveram o relatório acreditam que os governos não estão preparados e necessitam de alterações extremas na forma como lidam e se antecipam a essas situações. O relatório com foco no meio ambiente, foi nomeado de Pnuma e divulgado na quarta-feira (23).

Ainda segundo o relatório, até mesmo o Ártico, que antes não tinha risco de incêndios, agora está na lista com alto risco de passar por essa situação. A verba destinada a antecipação a incêndios florestais não está sendo usada onde deveria, de acordo com especialistas.

Como reduzir os riscos?

Inger Andersen, diretora-executiva do Pnuma, ressalta que os profissionais da linha de frente, principalmente os bombeiros, estão colocando suas vidas em risco para combater os fogos e necessitam de mais apoio. Inger acredita que se antecipar a esse problema é crucial e é preciso mais verba para esse combate, além de trabalho com as populações locais e um empenho maior e intensificação de todo o mundo na luta contra as mudanças do clima.

Nomeado de “Se espalhando como fogo: a crescente ameaça dos extraordinários incêndios florestais”, o relatório foi lançado antes da Assembleia do Meio Ambiente da ONU, sendo está marcada paara os dias entre 28 de fevereiro e 2 de março, em Nairobi, no Quênia. Representantes de 193 países vão estar presentes.

Nações mais pobres são mais afetadas

De acordo com informações do Pnuma, a população mais pobre de todo o mundo é a mais afetada, mesmo após cessar o fogo, com isso agravando o desenvolvimento sustentável e as desigualdades sociais.

A saúde é outro fator afetado diretamente, devido aos problemas cardiovasculares e respiratórios que causam, e também o valor gasto para reconstruir tudo que foi consumido, um problema grave para países de baixa renda.

O ecossistema também é afetado, pois colocam animais e plantas em risco de extinção. Em Austrália, por exemplo, os incêndios de 2020 mataram bilhões de animais selvagens e domésticos. Fato citado no estudo.

O Pnuma faz ligação direta das mudanças do clima com o aumento do risco de incêndio, além de outros fatores como seca, baixa umidade do ar, raios, ventos fortes, altas temperaturas, deixando assim o fogo mais seco, quente  e longo.


Confira as notícias:

Volumes expressivos de chuva para MG, RJ e ES
Calor, ar abafado e pouca chuva para o estado de São Paulo
Rio de Janeiro permanece em estado de alerta, confira a notícia
Frio, calor, baixa umidade e chuva para os estados do Sul do Brasil


AO VIVO:

Veja mais de 240 câmeras em todo o Brasil


Veja mais:

Últimas cidades ativadas
Últimos meteoros registrados


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. 

Clique aqui e acesse nosso canal


Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp ou Telegram?

Envie um oi nosso WhatsApp ou Telegram: (37) 99831-0169 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.


Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em mais de 180 cidades

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A