Logo

Notícias

Home

Notícias

O que é um meteoro?

Publicada por Samira Avelar em 17/05/2022
Tags:

O que é um meteoro?

Asteroides, meteoroides e cometas orbitam o Sol em uma velocidade altíssima, algo entre 40 mil e 266 mil quilômetros por hora. Quando atingem a atmosfera da Terra nessa velocidade, até fragmentos tão pequenos quanto um grão de areia podem aquecer instantaneamente e ionizar os gases atmosféricos. A partir disso, surge uma bolha de plasma que brilha intensamente ao mesmo tempo que vaporiza a rocha espacial de fora para dentro. Esse fenômeno luminoso é chamado de meteoro. Então, o meteoro em si é apenas o fenômeno luminoso, não é sólido, não é líquido e nem gasoso, é apenas luz. Popularmente, também é chamado de estrela cadente.

De onde vem os meteoros?

Meteoros vem dos asteroides, meteoroides, cometas ou de fragmentos deles.

Quais são as características de um meteoro?

De maneira geral, quanto maior o objeto, mais luminoso será o meteoro, e quando sua luminosidade supera o brilho de Vênus, o meteoro é comumente chamado de fireball ou bola de fogo. Algumas vezes, dependendo também da velocidade e do ângulo de entrada, o meteoroide ou asteroide é grande o suficiente para atingir as camadas mais densas da atmosfera. Nesses casos, além de formar uma bola de fogo mais espetacular, o meteoro geralmente termina com um evento explosivo. Esse tipo de meteoro também é chamado de bólido, e popularmente, também é associado ao "sinal dos tempos", "Jesus voltando" e outras profecias apocalípticas. Embora seja raro, os fragmentos que conseguem passar pela atmosfera e chegar em solo são chamados meteoritos e são de grande importância para a ciência. Confira abaixo algumas definições de acordo com a terminologia dos meteoros aprovada pela IAU (União Astronômica Internacional):

Asteroide

Corpos rochosos e metálicos que possuem órbita definida ao redor do sol. Fazem parte dos corpos menores do sistema solar. Tamanho de um metro até centenas de quilômetros.

Cometa

Corpo sólido constituído por gelo, rochas e gases congelados. Fragmentos de sua constituição são deixados ao longo de sua trajetória em órbita do sol. Composto por um núcleo, coma e cauda.

Meteoroide

Corpo sólido natural menor que um asteroide no espaço interplanetário. Tamanho de 30 mícrons à um metro.

Chuva de meteoro

Evento periódico anual causado pela entrada de pequenos fragmentos de comenta quando a Terra cruza a órbita desses corpos. Recebem o nome da localidade ou constelação do céu (radiante), na qual os meteoros se originam.

Meteoro

Luz e fenômenos associados (calor, choque, ionização) causado pela entrada em alta velocidade de um objeto sólido proveniente do espaço em uma atmosfera gasosa. São popularmente conhecidos como "estrelas cadentes".

Bólido ou Fireball ("bola de fogo")

Meteoro mais brilhante que Vênus (magnitude visual -4) a uma distância de 100 km. O bólido indica um evento explosivo. Dezesseis câmeras do Clima ao Vivo, da Bramon e de usuários registraram um fireball no dia 14 de janeiro de 2022. Clique aqui e veja o vídeo exclusivo!

Fireball em Viradouro/SP - 14/01/22

Superbólido

Meteoro mais brilhante do que uma magnitude visual de -17. Indica provável geração de meteoritos (meteoro que chega ao solo e pode ser encontrado detritos dele). Super bólido sempre são explosivos, grandes e muito luminosos.

Oito câmeras do Clima ao Vivo em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul registraram um superbólido no dia 01 de outubro de 2020. Imagens incríveis! Clique aqui e confira o vídeo exclusivo!

Superbólido em Praia Grande/SC - 01/10/20

Outros superbólidos

Veja outro super bólido registrado em 14 cidades do Nordeste no dia 16 de junho de 2022. Clique aqui e confira o vídeo inédito!

Superbólido em 14 cidades do Nordeste - 16/06/22

Também registramos um superbólido em quase 30 câmeras de Minas Gerais, São Paulo e Paraná no dia 03 de agosto de 2022. Inclusive, este bateu recorde de capturas em câmeras do Clima ao Vivo. Clique aqui e confira o vídeo inédito!

Superbólido em quase 30 câmeras em MG, SP e PR - 03/08/12

Meteorito

Material remanescente de um corpo sólido natural como meteoroide ou asteroide, grande o suficiente para sobreviver à entrada na atmosfera e atingir o solo.

Meteoro diurno que gerou meteorito

Inclusive, na manhã do dia 19 de agosto de 2020, as câmeras do Clima ao Vivo registraram um meteoro diurno que gerou um meteorito de quase 40 quilos, encontrado em Santa Filomena/PE. Clique aqui e confira o vídeo do meteoro cruzando o céu de várias cidades do Nordeste durante o dia!

Trajetória do meteoro cruzando o céu de Salgueiro/PE - 19/08/20
Meteorito encontrado em Santa Filomena/PE

Por que existem poucos registros de meteoros diurnos?

Meteoros diurnos são eventos raros, pois para serem visíveis precisam ser muito grandes, caso não sejam, são ofuscados pela luminosidade do dia. Clique aqui e veja o maior meteoro diurno registrado pelo Clima ao Vivo!

Meteoro diurno registrado na câmera de Ibitiara/BA - 17/05/21

 

Onde caiu o meteoro que matou os dinossauros?

O meteoro gigantesco que causou a extinção dos dinossauros caiu próximo do porto de Chicxulub no México. Muitas pessoas acreditam que os dinossauros morreram com o impacto do meteoro sobre a Terra, mas foi pelo fato do meteoro ter caído em cima de uma reserva de petróleo muito grande. 

Para exemplificar a dimensão desse acontecimento, ele foi muito mais intenso que o impacto de várias bombas nucleares juntas, pois ao queimar o petróleo, espalhou aproximadamente 1.7 bilhões de toneladas de fuligem na atmosfera. As temperaturas globais despencaram com essa enorme quantidade de fuligem e fumaça, causando um desequilíbrio climático e uma reação em cadeia que extinguiu 75% da vida no planeta. Alguns cientistas acreditam que se o meteoro tivesse caído em algum outro local, a possibilidade de gerar uma extinção em massa poderia ter sido muito baixa.


AO VIVO:

Veja centenas de câmeras em todo o Brasil


Veja mais:

Últimas cidades ativadas
Últimos meteoros registrados


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. 

Clique aqui e acesse nosso canal 


Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp ou Telegram?

Envie um oi nosso WhatsApp ou Telegram: (37) 99831-0169 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.


Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em centenas de cidades

 

Explore

NotíciasVídeosComunidade

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A