Logo

Notícias

Home

Notícias

Registro de madrugadas mortais chocam brasileiros!

Publicada por Deborah Auharek em 15/06/2016
Tags:

Nos últimos dias temos acompanhado e noticiado a queda de temperatura de forma brusca em várias regiões do Brasil. O frio intenso e infelizmente a severidade das baixas temperaturas tem sido mortal nas ruas. Famílias carentes e moradores de rua não estão suportando as madrugadas geladas e estão morrendo por hipotermia.

Você sabe o que é hipotermiaUma exposição por algumas horas a ambientes com menos de 10°C pode levar a casos muito graves ou fatais de hipotermia. 

Nosso corpo fica em temperatura entre 36°C e 37°C. Quando o ambiente está muito frio e a perda de calor do corpo aumenta, o organismo tenta compensar e gerar mais calor ou diminuir a perda com medidas involuntárias. Tremores ou alteração na frequência cardíaca, intensidade e frequência da inspiração e expiração, redução da circulação sanguínea nas extremidades. Tudo isso para concentrar calor e não deixar o sangue ou órgãos vitais resfriarem.

Mas, se e o ambiente estiver realmente frio ou se ficar exposto por longos períodos, essas medidas involuntárias não funcionam e a temperatura corporal diminuirá e, em último caso, levar ao coma ou à morte. 

Nesta semana, já ocorreram casos em Brasília, São Paulo e no Rio Grande do Sul. Pelo menos seis pessoas desabrigadas morreram. Belo Horizonte está em estado de alerta, pois em regiões como Savassi, Praça da Estação e Rua da Bahia as noites e madrugadas estão sendo duras para àqueles que não tem como se proteger do frio. São Paulo registrou no dia 13/06 a temperatura mais baixa dos últimos 12 anos.

CPTEC informa que onda de frio perde força sobre o Brasil. A onda de ar frio começará a perder força e as temperaturas estarão em gradativa elevação, porém ainda permanecerão mais baixas em toda a Região Sul, parte do Centro-Oeste e do Sudeste do Brasil. 

Em quase todo o país muitos estão lutando contra esse final de outono que mais parece um inverno fora de época! E nós, do Clima ao Vivo, esperamos que não sejam registradas mais cenas tristes como essas causadas pelas variações do tempo e do clima. 

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A