Logo

Notícias

Home

Notícias

Fenômeno raro pode ocorrer na primavera da região sul do Brasil

Publicada por Clima ao Vivo em 23/09/2019
Tags:

Fontes: NIWA - National Institute of Water and Atmospheric Research / Conexão GeoClima


VEJA MAIS DE 100 CÂMERAS AO VIVO EM TODO O BRASIL

Primavera incomum

Tudo indica que a primavera que começou às 04h20 desta madrugada de segunda-feira (23) seja diferente das últimas que tivemos na região sul do Brasil. Veja abaixo uma explicação divulgada pela nossa parceira Conexão GeoClima.

Fenômeno raro

Um fenômeno extremamente raro e com pouco histórico irá ocorrer sobre a Antártida. O fenômeno é conhecido por Súbito Aquecimento Estratosférico (em inglês, Sudden Stratopheric Warming - SSW), que é responsável pelo aumento da temperatura em mais de 25/50ºC na estratosfera (30/50 km acima do solo), revertendo todo o padrão de ventos.

Explicação mais detalhada do fenômeno

O SSW é um evento meteorológico de grande escala que domina a variabilidade polar de inverno, sendo tal fenômeno considerado a mais forte manifestação de acoplamento dinâmico do sistema troposfera-estratosfera-mesosfera (CHAU et al., 2011).

O aquecimento é desencadeado por uma perturbação do vórtice polar estratosférico originada por uma forçante dinâmica da propagação de ondas planetárias acima da troposfera, e da interação não linear delas com o fluxo zonal médio (MATSUNO, 1971).

Quando o vórtice polar com ventos para leste diminui abruptamente durante o inverno, em alguns poucos dias, e tem sua simetria distorcida (aquecimento de baixa intensidade ou “minor warming”) ou mesmo inverte o sentido apresentando a quebra do vórtice (aquecimento de alta intensidade ou “major warming”), a temperatura estratosférica pode aumentar subitamente em várias dezenas de graus (CHAU et al., 2009).

Em geral, SSWs são raros no hemisfério sul e se restringem apenas a aquecimentos de baixa intensidade, enquanto que no hemisfério norte observa-se anualmente ao menos uma das classes de aquecimento ou a combinação de ambas.

VEJA MAIS DIVERSAS CÂMERAS AO VIVO NA REGIÃO SUL

Ventos fortes, raios e granizo

De acordo com a meteorologista Estael Sias, da MetSul Meteorologia, que comentou ao vivo pelo SBT RS nesta segunda-feira (23), esta primavera pode ter um aumento de eventos tornádicos, além de intensa atividade elétrica e queda de granizo além do normal. 

Outros anos

Em uma pesquisa realizada pelo técnico em meteorologia, Paulo Hames, o ano de 2002 teve um aquecimento da estratosfera na Antártida. Este ano foi o único em que o mês de outubro teve anomalia positiva de vento em 850 hPa (1500 metros), além de anomalias bastante negativas de pressão na Argentina, Uruguai, Paraguai e Sul do Brasil.


Este ano

Já neste outubro de 2019 é esperado com base nos modelos meteorológico várias formações de baixas entre o Paraguai e a Argentina, provocando uma confluência de umidade. De forma resumida, teremos a formação de sistemas SCM (sistema convectivo de mesoescala) e CCM (complexo convectivo de mesoescala).


VEJA MAIS DE 100 CÂMERAS AO VIVO EM TODO O BRASIL


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. Clique aqui e acesse nosso canal 

Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp?

Envie um oi nosso WhatsApp: (37) 99983-0855 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.

Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em mais de 80 cidades

Câmeras Ao Vivo

© 2022 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A