Notícias

Home

Notícias

Alto risco de deslizamento em Santa Catarina 

Publicada por Thalyta Araújo em 03/11/2023
Tags:
Alto risco de deslizamento em Santa Catarina 

 

O estado de Santa Catarina foi uma das regiões onde mais choveu no Brasil durante o mês de outubro de 2023. O volume de chuva foi significativa e superou a média normal em mais de três vezes, em várias áreas do estado, causando enchentes, enxurradas e deixando o sol saturado de água.

As medições da Epagari/Ciram indicavam volume de chuva de 400 mm a 600 mm de forma generalizada sobre o estado, mas com máximo de 725 mm na região de Mirim Doce. Conforme, a Defesa Civil de Santa Catarina, a diminuição das chuvas nos últimos dois dias ajudou no escoamento de precipitação da água do solo, mas com o acumulado excessivo de precipitação ocorrido em outubro, as condições geológicas continuam muito propícias para deslizamentos e fluxo de detritos.

Previsão de chuva volumosa nas próximas 48 horas

A situação de agrava novamente com a previsão de temporais e chuvas intensas durante esta sexta-feira (03), elevando o risco de movimentação de terra em todo o estado de Santa Catarina. Ainda conforme a Defesa Civil catarinense, já foram registradas diversas ocorrências de deslizamentos em todas as regiões de Santa Catarina, por isso as movimentações podem ocorrer mesmo em períodos sem chuva. Com o solo já encharcado e a diminuição dos níveis de água, o solo busca estabilidade naturalmente, podendo haver movimentações tardias.

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para risco muito alto para movimentações de terra nas regiões em vermelho e risco alto nas regiões em laranja entre a sexta-feira (03) e o sábado (04). 

 

Figura 1: risco de deslizamento em Santa Catarina – Fonte: Climatempo/Defesa Civil de SC

Sinais de deslizamento

A Defesa Civil reforça que a população fique atenta aos sinais de deslizamentos de terra.

- Se há inclinação de cercas, muros, poste e árvores;
- Aparecimento de água e protuberância na base da encosta;
- Sons incomuns, cono árvores quebrando e estalos na encosta;
- Rachaduras ou fendas em encostas;
- Rachaduras novas nas paredes
- Portas ou janelas empenarem, ou emperrarem de repente;
- Muros e paredes estufadas;
- Água mais barrentas que o normal;


Você sabe o que é um meteoro?
Até o fim de 2100, incêndios florestais podem aumentar 50%
Você sabia que há três tipos de ciclones? Você acha que é incomuns ciclones no Brasil?


AO VIVO:

Veja mais de 240 câmeras em todo o Brasil



Últimas cidades ativadas
Últimos meteoros registrados


Youtube

No nosso canal do Youtube você pode conferir vídeos exclusivos de meteoros, tempestades, pancadas de chuvas, nuvens raras, dentre muitos outros fenômenos e eventos naturais e/ou extremos. Inscreva-se e recebe nosso conteúdo exclusivo. 

Clique aqui e acesse nosso canal 


Quer receber conteúdo exclusivo no WhatsApp ou Telegram?

Envie um oi nosso WhatsApp ou Telegram: (37) 99831-0169 ou clique aqui para ser direcionado que vamos te adicionar na nossa Lista de Transmissão para receber conteúdo exclusivo sobre tempo e clima.


Veja AO VIVO através de nossas câmeras como está o tempo em mais de 180 cidades

 

 

Explore

NotíciasVídeosComunidade

Câmeras Ao Vivo

© 2023 Clima Ao Vivo.
Todos os direitos reservados. Startup apoiada pela FCJ Participações S.A